Quarta, 06 de junho de 2018, 08h54
Tamanho do texto A- A+


Esportes / palestinas

Amistoso entre Argentina e Israel é cancelado por ameaças

A Argentina está buscando outro adversário, já que só disputou um amistoso, contra o Haiti, na Bombonera e venceu por 4 a 0

O amistoso entre Argentina e Israel, em Jerusalém, que seria o último da preparação argentina para a Copa do Mundo, foi cancelado. Os conflitos políticos da região impediram a realização do jogo. O presidente da Associação Palestina de Futebol, Jibril Rajoub, inclusive, pediu para os torcedores queimarem fotos de Lionel Messi e camisetas da seleção. Por esse motivo se tomou a decisão de cancelar a partida.

A sede acabou se tornando o principal motivo para o cancelamento. Tudo porque o estádio Teddy Kollek, ao sul de Jerusalém, há 70 anos, ficou em cinzas após um confronto na Guerra Árabe-Israelense.

Há poucos dias, Rajoub, emitiu um comunicado no qual detalhou que 'Messi é um símbolo de paz e amor. Nós lhe pedimos que não participe na legitimação dos crimes da ocupação'. Com o objetivo claro de suspensão da partida, o dirigente palestino também avisou e pediu: 'Vamos iniciar uma campanha contra a Federação Argentina, apontando pessoalmente para Messi, que conta com dezenas de milhões de seguidores nos países árabes e muçulmanos. Pedimos a todos que queimem suas camisas e seus pôsters'.

A Argentina está buscando outro adversário, já que só disputou um amistoso, contra o Haiti, na Bombonera e venceu por 4 a 0.



AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

FECHAR
Mato Grosso Notícias © 2018 - Todos os direitos reservados