Quarta, 13 de setembro de 2017, 09h49
Tamanho do texto A- A+


Geral / risco de sarampo

População deve se vacinar até dia 22 de setembro

Em Mato Grosso não se registra caso de sarampo há 17 anos, mas o surgimento de casos da doença na Venezuela é uma ameaça para o Estado



Começou esta semana, e vai até o dia 22 de setembro, a Campanha Nacional de Multivacinação, que terá o sábado, dia 16, como o Dia D, quando todos os postos de saúde municipais vão funcionar o dia todo no País. Em Mato Grosso, os municípios estão preparados com vacina suficiente para atender a população.

 

“A meta é atingir a cobertura vacinal de 90% do total da população de cada faixa etária para cada tipo de vacina”, informou a coordenadora de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado de Saúde, Alessandra Moraes.

 

Atualmente a média de cobertura vacinal é de 70% no estado, apesar de dispor de vacina de rotina nos postos municipais de saúde. “A campanha é dedicada a alertar à população sobre a importância de se prevenir contra doenças que podem ser evitadas por meio da vacina, especialmente a tríplice viral, da qual faz parte a vacina contra o sarampo”, destacou Alessandra Moraes.

 

A preocupação dos profissionais de saúde aumentou ainda mais com o alerta vindo da Venezuela, que registra casos de sarampo e vive uma situação preocupante com o agravamento da crise social. Parte de sua população está migrando para o Brasil, principalmente para os estados que fazem parte da Região Amazônica.

 

Os chamados casos importados, trazidos por essa população migrante representa um risco para estados como Mato Grosso, que compõe a Amazônia Legal. Segundo informou Alessandra Moraes, o Estado não registra caso de sarampo desde o ano 2000, mas diante dessa ameaça, a situação é de alerta, dai a importância de a população tomar a vacina contra sarampo (tríplice viral).

 

De acordo com a Vigilância Epidemiológica os postos de vacinação vão continuar atendendo e aplicando a vacina de forma rotineira após o dia D, 16 (sábado), e é importante levar o cartão de vacina e mantê-lo sempre atualizado.



AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

FECHAR
Mato Grosso Notícias © 2013 - Todos os direitos reservados